#Devocional: Tão perto. Tão longe.

Por Érika Fernanda

Quem aqui nunca se pegou cansado de estar num relacionamento distante de Deus: “Você não está afastado pelo contrário, continua frequentando a igreja, o grupo e fazendo suas atividades normais. Você ora, sempre que dá. Já até pediu perdão pra Deus por estar longe e pediu para senti-lo mais perto. “Poxa estou fazendo tudo certo” – você pensa. Mas aquela sensação insaciável não passa. Parece que tem alguma coisinha errada, Deus está demorando pra te responder.”

Me peguei nesse pensamento semanas atrás. Demorei a entender e relembrar um princípio básico: Se sua fé estiver baseada na quantidade de coisas que faz, tem alguma coisa errada em sua vida.

Aí Deus me respondeu com o trecho de Tiago 4:8 (NVI):

Aproximem-se de Deus e ele se aproximará de vocês!  Pecadores, limpem as mãos, e vocês, que têm a mente dividida, purifiquem o coração.

Em outras versões lemos “Chegai-vos a Deus”, ou seja, bem pertinho. Como um relacionamento de verdade. A quantidade de coisas que eu faço, mesmo que for para Ele, não me ajudarão a construir um relacionamento verdadeiro. Eu posso fazer tudo que meus chefes/pais/lideres pedirem mas isso não construirá um relacionamento verdadeiro. Como eu faço isso? Em dedicados e verdadeiros momentos de leitura bíblica e oração.
Além disso nosso coração deve estar livre do pecado. Os de estimação devem ser expulsos, e os confessados  que ainda nos trazem culpa devem ser deixados aos pés da cruz. Um lembrete: nossas culpas e iniquidades foram levados com a morte de Jesus! Pecado é um impeditivo para nosso relacionamento com Deus. Como elimino isso? Confessando meus pecados:

“Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para perdoar os nossos pecados e nos purificar de toda injustiça.”
‭‭1 João‬ ‭1:9‬ ‭NVI‬‬

Nossa mente pós moderna também é um obstáculo. E dos bons. Eu não posso pensar em servir dois senhores: Deus, e minha reputação/status perante meus amigos. Ou decido servir a Deus incluindo minhas atitudes ou fico com o coração dividido. Ou amo a Deus por completo ou não amo. Também não posso me enganar achando que uma coisa que está há muito tempo em meu coração é a vontade de Deus. (Pv. 28:26)

Com isso entendo que posso continuar fazendo – e muito – para Deus. Mas isso pode ser mais proveitoso, mais abençoado e mais gostoso se eu estiver perto, bem mais perto de Deus.

Pra meditar, o trecho todo (na versão que mais gosto):

“Ou supondes que em vão afirma a Escritura: É com ciúme que por nós anseia o Espírito, que ele fez habitar em nós? Antes, ele dá maior graça; pelo que diz: Deus resiste aos soberbos, mas dá graça aos humildes.Sujeitai-vos, portanto, a Deus; mas resisti ao diabo, e ele fugirá de vós.Chegai-vos a Deus, e ele se chegará a vós outros. Purificai as mãos, pecadores; e vós que sois de ânimo dobre, limpai o coração.Afligi-vos, lamentai e chorai. Converta-se o vosso riso em pranto, e a vossa alegria, em tristeza.Humilhai-vos na presença do Senhor, e ele vos exaltará.”
Tiago 4:5-8
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s